terça-feira, novembro 11, 2008

Tecnologia a serviço do nada




Em plena era da tecnologia, internet, google, é de assustar como esses adolescentes estão desinformados, sem cultura geral nenhuma, ou pelo menos desinteressados por esses assuntos.

Numa galáxia, longínqua e distante daqui, num dia desses de trabalho, surgiu um assunto qualquer, cujo tema principal estava em torno da “relatividade”.

Aproveitando a situação, foi perguntado ao estagiário de nível médio:
“Fulaninho, quem criou a teoria da relatividade”?

O rapaz ficou pálido, parou, pensou e nada.

Resolveram então perguntar mais coisas. Afinal, o rapaz estava no segundo ano, e deveria, pelo menos em tese, saber esse tipo de assunto.
Perguntas aparentemente simples:

“Quem foi Thomas Edson”?
“E Graham Bell”?
“Qual da capital da Venezuela”?
“O nome do Primeiro Ministro da França”?

Nada, rostinho atônico, desesperado coitado. Não soube responder nenhuma das perguntas.

Tiro de misericórdia (essa ele deveria saber responder, pois nesta cidade o que mais tem é essa nacionalidade de turista): “Qual a capital da Argentina”?

Igualmente... Nada, nada...

Todos estavam desesperados.
Começaram a ficar preocupados em traumatizá-lo. O pobre do rapaz iria sair correndo, ou nunca mais voltaria a estudar.

Ele era o estagiário da manhã, e ao meio dia terminava o estágio dele.
Para a surpresa de todos, na parte da tarde, já em casa, ele conversou pelo MSN com um funcionário deste Departamento que dizia mais ou menos assim.

- “Caraca, ele só fez pergunta difícil!”.
- “Fiquei nervosão.”
- “Passei a maior vergonha da minha vida”.

P.S. Esqueci de dizer que as perguntas foram feitas com o Departamento cheio, todos os funcionários ouviram.
E continuou...

- “Mas, foi bom, só assim a gente aprende...”
- “ Vou estudar hoje a noite para responder...”

Todos riram muito desta conversa pelo MSN, mas depois ficaram apreensivos. Tinham certeza que esses meninos sabiam tudo de internet, Orkut, Msn, jogos, GTA, CS, mas será que eles não poderiam usar essa tecnologia em proveito próprio?

Será que é “legal”, “maneiro”, ser tão alienado de cultura geral, e o pior: de atualidades!!!

Outro dia foi perguntado quais eram os dois candidatos à Presidência da República dos Estados Unidos. Isso há uma semana das eleições americanas. Bastavam esses meninos assistirem TV.

O mais incrível é que ele resolveu estudar para me responder todas essas questões, e ainda estudou outros assuntos que haviam deixado “para casa”. Na semana seguinte, ele sabia, entre outras questões, todas as capitais dos países da América do Sul na ponta da língua.

Ficaram todos bastante orgulhosos.

* Acho que contribuíram com alguma coisa...

(Qualquer semelhança com os fatos e personagens aqui descritos é mera coincidência)

5 Comentários:

Blogger Ozéas disse...

É bom ver você escrevendo novamente.
Capital da Argentina, essa é fácil, Búzios!
De tudo mal, valeu pelos estudos das crianças.
Bjs

PS.: que tal tirar essa verificação de palavras antes de postar o comentário, é chato...

2:27 PM  
Blogger Laís de Carvalho Lima disse...

Bacana mesmo... Visita o meu blog também.
É setestradas.blogspot.com

3:12 PM  
Blogger Luma Rosa disse...

Avise, se voltar a blogar! Beijus,

7:47 PM  
Blogger Mulher na Polícia disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

4:00 PM  
Blogger Paola disse...

Os estagiários são do ensino médio.

9:47 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial